Janelas…

Acordei! Sei disso porque encontrei meu mundo particular diante dos meus olhos. Levantei! Difícil foi a jornada tão íntima de sair da cama, abrir a janela e ver do outro lado o Mundo tão complexo dos outros. Continuei! Meu mundo particular, cheio de teorias e construtos, se chocaram com os mundos particulares dos outros. Reavaliei! … Continue lendo Janelas…

Anúncios

O amor é uma poderosa força antipolítica

  “O amor, em virtude de sua paixão, destrói o ‘entre’, esse espaço que nos relaciona com outros e nos separa deles. Enquanto dura seu encanto, o único ‘entre’ que pode inserir-se no meio de dois amantes é a criança, o próprio produto do amor. A criança, esse ‘entre’ com que os amantes agora estão … Continue lendo O amor é uma poderosa força antipolítica

Ah se! (…)

Ah! Se os nossos olhos pudessem transmitir toda poesia, Se os nossos olhos pudessem transmitir toda angustia, Toda complexidade, toda cultura, toda realidade apreendida e significada, Todo sentimento do coração, toda construção erigida... Ah! Se conseguíssemos enxergar pela janela do corpo os recônditos do (outro) ser, Se conseguíssemos ver as paixões abertas e os alvos … Continue lendo Ah se! (…)

Falácias

Falácias, falácias e mais falácias... Pessoas influenciáveis, Psicologicamente frágeis - burras. São todos: juízes, magistrados, governadores, deputados, professores, Gente comum; senso comum, incomuns. Trocam a razão por apelos emocionais! Ouvindo a popularidade, Agem como tais. Convencidos dela se toram a própria, Querem pregoar "ais". Apresentam fatos sem causa real: Irreal é seu próprio deus, movido … Continue lendo Falácias

Uma perspectiva sobre VIRTUDE

Já não é de hoje que aquilo que entendemos por virtude se descaracterizou, deixou de ser aquela “essência” que brotava de nosso interior como consciência de poder e potência. Dito de outra forma, a virtude deixou de ser algo que buscávamos, conscientemente, sabendo que acarretaria em nós um estilo de ser, ver e se comunicar; … Continue lendo Uma perspectiva sobre VIRTUDE